segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Moonrise Kingdom (2012) Wes Anderson



Wes Anderson pertence àquele seleto grupo de artistas que conseguem criar um universo pessoal e coerente às suas propostas tanto estéticas quanto temáticas. Seu último filme, Moonrise Kingdon carrega toda essa assinatura, tecnicamente vemos os elaborados traveling sensacionais, a fotografia e direção de arte caprichadíssimas. Tematicamente vemos as personagens inadequadas social e sentimentalmente e seu humor nonsense e melancólico.

O filme narra com frescor e beleza a história do primeiro amor entre o órfão Sam Shakuskyi (Jared Gilman), um escoteiro que abandona seu grupo para fugir com Suzy Bishop (Kara Hayward). Os dois têm 12 anos e se conheceram em uma peça teatral, se apaixonaram, trocaram cartas de amor e decidiram fugir, agitando New Pezance, uma ilha tranquila bucólica na Nova Inglaterra.

Os jovens são desajustados, cada um ao seu modo. Sam é arredio e não consegue se relacionar com sua família adotiva e com os colegas escoteiros. Suzy, que se sente incompreendida, vive em uma família em crise. Seus pais (Bill Murray e Frances McDormand- ótimos, como sempre) se tratam por “doutores” e não têm intimidade. Os jovens apesar gostos diferentes - Kara é sofisticada e amante das artes e Sam é um aventureiro habilidoso – encontram um no outro uma saída para insatisfação e para a sensação de inadequação que todos nós, humanos, temos e independente da idade, tentamos driblar encontrado alguém que nos ame do jeito que somos.


Destacam-se no filme, a deslumbrante fotografia de Robert Yeoman, carregada de cores fortes que transformam as cenas do filme em quadros de rara beleza, além de ajudar a compor o clima de pureza e tristeza presentes no roteiro. Outro acerto e outra grande característica de Anderson é o comprometimento que o diretor consegue arrancar dos seus elencos para com os roteiros. No filme, vemos grandes nomes do cinema americano, Bruce Willis, Tilda Swinton e Edward Norton, aderirem ao universo excêntrico, maneirista e particular do realizador.

Moonrise Kingdom é um filme delicioso.  Desperta nostalgia e emociona à medida que o jovem casal pré-adolescente nos faz lembrar de nossos primeiros passos nesse terreno sinuoso e difícil que são os relacionamentos amorosos. Sem dúvida, um os melhores do ano.

Um comentário:

  1. Amor, você está coberto de razão: que delícia de filme! Como você já havia previsto: eu adorei!
    É um filme tão cheio de doçura nada óbvia...De uma sensibilidade cativante!
    E seu texto...tão envolvente que dá uma vontade enorme de assistir de novo!
    Recomendamos, não é mesmo?

    Beijos, lindo!

    ResponderExcluir