sexta-feira, 12 de junho de 2009

Secos E Molhados


PRIMAVERA NOS DENTES
Composição: João Ricardo/João Apolinário

Quem tem consciência pra se ter coragem
Quem tem a força de saber que existe
E no centro da própria engrenagem
Inventa a contra mola que resiste

Quem não vacila mesmo derrotado
Quem já perdido nunca desespera
E envolto em tempestade decepado
Entre os dentes segura a primavera

Em plena ditadura militar, no governo Médici (de 1969/1974)- que entrou para a história entre outras coisas pela perseguição à artistas e pela censura severa às expressões artísticas e culturais - em bares de São Paulo, três jovens músicos escandalizavam em shows performáticos com o rosto pintado e rebolando no palco, desafiando assim todas as convenções daquele período.

Os Secos e Molhados eram Ney Matogrosso nos vocais, João Ricardo nos violões, Harmônica e vocal e Gerson Conrad nos violões e foram um furacão na musica popular brasileira, tanto pelo sucesso que conseguiram, (o primeiro vendeu mais de um milhão de cópias. O segundo, de 500 mil a um milhão. O Roberto Carlos, que era o campeão de venda no país vendia 400 mil cópias) como pela qualidade sua obra.

Os primeiros dois discos dos secos e molhados estão entre os melhores de toda história da música brasileira. Todo o ecletismo musical de João Ricardo unido a bela voz e as interpretações teatrais de Ney geravam uma química perfeita e única.

As composições de João mergulhavam no fado, no rock progressivo, no psicodelismo e na música popular brasileira. Ele ainda usava como letrista, poetas como Fernando Pessoa, Vinicius de Moraes, Manoel Bandeira, Cassiano Ricardo, Júlio Cortázar e João Apolinário (pai do compositor) musicando seus poemas. Tem gente que achava oportunismo, eu uma puta sacada!

Depois do lançamento do segundo Álbum, Ney e João Ricardo brigaram. O primeiro saiu do conjunto, fez carreira de sucesso na música brasileira, embora nunca mais tenha conseguido alcançar resultado similar artisticamente. O segundo seguiu com os trabalhos nos Secos e Molhados e lançou vários discos, mas nenhum alcançou o resultado ou sucesso da antiga banda.

Secos e Molhados - Sangue latino + O Vira

3 comentários: