segunda-feira, 20 de abril de 2009

Tom Zé - SESC Pinheiros Dia 16/04/2009

Foto de Rogério e Naiara Braga

A Bossa Nova segundo Tom Zé

Muito diferente dos inúmeros shows do Tom Zé que vi desde o começo dos anos 90 no Centro Cultural São Paulo e até em bibliotecas, onde o compositor chegou a tocar apenas acompanhado de um guitarrista e para públicos de aproximadamente 30 pessoas, o espetáculo: Estudando a Bossa no SESC pinheiros foi uma super produção. Acompanhado de uma caprichada banda, um trabalho de iluminação bem entrosado com o estilo teatral do baiano e um público farto e eclético, evidencia-se o quanto o tempo fez bem e foi recompensador para ele. Nada mais justo, pois Tom Zé é o cara.

O show é baseado no último trabalho do cantor, o álbum "Estudando a Bossa", em que mergulhado em reminiscência e em tom memorialístico, faz uma singela e apaixonada homenagem a bossa nova, Tom Jobim e principalmente, João Gilberto, figura central do movimento, a quem rasga elogios entre as músicas. Alias, o que existe entre as músicas por si só já seria um show a parte. Tom Zé com sua eloquência retórica e seus maneirismos teatrais divertem a todos e se diverte contando histórias tão improváveis quanto divertidas e até emocionantes

Nas músicas Tom Zé não só homenageia como anarquicamente brinca, desconstruindo e recriando temas caros a bossa nova. Desde a batida sincopada aos vocais sussurrados, e utilizando palavras-chave ao movimento como: barquinho, sol e sal, chega de saudade, insensatez entre outras, em suas letras e interpretações.

É impressionante a energia e a mobilidade das performances do cantor. Gozando de seus 72 anos, Tom Zé pula, dança, imita e faz um stripe-tease parcial e simula um ato sexual com um sapato, atitudes que fariam Lux Interior ou Iggy Pop corarem de vergonha.

É muito difícil ver um show desses e ouvir um disco assim(eu comprei um na entrada), e não lamentar os rumos musicais que outros artiststa tomaram na vida, ou lamentar essa moderna música brasileira. Depois de um show desses tudo fica mais chato e sem sabor.
Foto de Rogério e Naiara Braga

P.S. 1: Parabéns ao SESC! São excelentes as acomodações do teatro Paulo Autran na unidade pinheiros, como também a programação cultural em todo Brasil. Programas de qualidade a preços atrativos.


P.S. 2: Casal Rogério e Naiara Braga, espero não ter que aguardar o próximo Show do Tom Zé para revê-los.

3 comentários:

  1. Droga! E eu perdi esse show!!!
    Agenda cultural fantástica!!!
    Volto sempre pra conferir a programação!!!

    ResponderExcluir
  2. Perdeu mesmo, foi um baita show.
    Mas não se avexe não. dia 02/05 na virada cultural no teatro municipal tem mais.
    Além do Tom Zé a 00:00, vai ter:
    Arrigo Barnabé e Banda Sabor de veneno as 18:00 e Egberto Gismonte as 21:00.
    Tudo Grátis.

    ResponderExcluir
  3. A virada cultural já está na minha agenda há meses....rsrs
    Também não sou tão desantenada assim...Sabia que tem Lenine daqui a pouquinho no Sesc Interlagos(hj mesmo)?
    Vou estar lá!!!

    Bjs, bjs

    ResponderExcluir