terça-feira, 3 de março de 2009

Brains....



De Todas as criaturas fantásticas que habitam o mundo do cinema, para mim, a menos assustadora e menos charmosa eram os zumbis ou os mortos-vivos como queiram chamar.

Criaturas catatônicas que se moviam vagarosamente e sem grandes poderes, apenas a fome por carne humana descomunal, me pareciam inofensivos e desde criança jamais me intimidaram. A única reação que causavam em mim era o riso - tem que ser muito mané para ser pego por um bicho desses...do jeito que rastejam de vagar, nunca me pegariam - pensava.

Até reconheço a importância histórica desse Sub-gênero do cinema de horror, acho atraente suas metáforas de viés político, sua crítica social e tudo mais, mas não é para mim. Nunca entendi o endeusamento que recebe George Romero que é o rei desse tipo de filmes, ele foi o criador da mitologia dos mortos vivos, tudo que eles fazem, se alimentam e suas fraquezas saíram da sua cabeça, enfim...




Poster original do filme "Extermínio


Tudo mudou em 2002 com "Extermínio(28 days later)" de Danny Boyle, até que em fim um filme de zumbi decente. Nesse filme o diretor dá uma roupagem nova à mitologia: fazendo zumbis mais coléricos, assustadores e velozes e fornece até uma origem interessante para a "doença", que seria uma variação manipulada do vírus da raiva(Hidrofobia).

Cenas do filme "A Madrugada dos Mortos" destaque para Sarh Poley a direita acima
Em 2004 Zack Snyder fez o seu "A Madrugada dos Mortos"(Dawn of the Dead), remake de um filme Romero, mas bem interessante. os zumbis lembram os frenéticos, acelerados e psicopatas do filme Boyle. Um bom filme.


Poster Original do Filme Rec



Essa semana, assisti "Rec" (2007), dos espanhóis Jaume Balangueró e Paco Plaza, que contém essa temática de zumbis, porém com uma leitura original, metafísica(associa a praga a possessão demoníaca) e biológica (o mal se propaga como um vírus).

O filme conta a história de uma equipe de televisão que acompanha um grupo de bombeiros, com a intenção de fazer um programa sobre o dia-dia destes, porém, ao chegarem a um prédio para atender um chamado, ficam presos lá, e vão tomar contato com algo sinistro, perturbador e letal.

Assustador o filme é todo contado pela a comera da equipe de gravação, que fica ligada o tempo todo registrando todos os momentos, algo que lembra os filmes "Cloverfield" e a "Witch Blair Project", mas mais frenética e quase sem enquadramentos criando um efeito subjetivo, vemos os fatos que o Cameraman filma, (o diretor de fotografia do filme Pablo Rosso) claustrofóbico (só vemos o que a camera está captando e não todo ambiente) e sufocante(os diretores manipulam as imagens e os sons ora histericamente, ora calmamente criando um efeito assustador).

Jaume Balangueró já havia dado mostrar de ser um diretor promissor em seus filmes anteriores:" A Sétima Vítima"(Darkness)2002, e "Os Sem Nomes"( los Sien nombres)1999, por seu apuro visual e por seu tratamento original ao cinema de horror.

Vida longa para Balangueró e para os filmes de zumbis legais!

E se você acha que eu estou exagerando e que o filme não tão assustador assim, de uma olhada na reação das pessoas ao assistir o filme que a produção filmou para divulgar.


Tailer


Nenhum comentário:

Postar um comentário